sexta-feira, 3 de fevereiro de 2012

Pensamentos Divergentes (nº235)


escamoteando quase ilesa as penas do desamor
por rancor
podia até agarrar os teus pulsos quebradiços
são só resquícios
do húmido casulo desencontrado
que foi guardado
nas noites que qualquer um quereria escolher
por seres já mulher

3 comentários:

Mz disse...

É um pensamento muito para além dos números (235)... muito mais... e é lindo!!!

T disse...

Muito obrigado

Catarina disse...

Se há coisa que aprecio, e nunca me abstenho de o referir, é a capacidade de dizer tanto em poucas palavras... Em prosa é difícil... Com um toque de poesia é mágico!

Está lindo!*

Sesguidores