terça-feira, 11 de janeiro de 2011

Foda-se! (nº 54)

É preciso dizer que há uns tempos mudei para tabaco de enrolar. Por isso, quando estava no café com a minha mãe

Mãe - Dá-me um cigarro.
Eu (pus o tabaco em cima da mesa) - Toma.
Mãe (especada a olhar para mim) - ...
Eu - ...
Mãe - Não tens cigarros?
Eu - Estão aí à tua frente...
Mãe - Mas eu não quero disso.
Eu - Mas... tu sabes perfeitamente que é isso que eu fumo.
Mãe - Eu não quero fumar à mexicano.
Eu - À mexicano?!
Mãe - Sim, sempre a cuspir tabaco, que nojo.
Eu (foda-se) - Mas... têm filtro, são cigarros como outros quaisquer só que enrolados por mim.
Mãe - Vai-me lá ali comprar tabaco.
Eu (em pensamento) - Foda-se.

2 comentários:

benjamim machado disse...

o que tens de fazer é aquilo que fiz à minha mãe. ofereci-lhe o gadget todo: máquina, tabaco, aquelas mortalhas já com o filtro embutido (como um cigarro normal mas vazio). e agora, de vez em quando, enquanto anda no facebook, vai se entretendo a fazer maços de tabaco.

T disse...

Não 'tás bem a ver como é a minha mãe =P

Sesguidores