sábado, 18 de abril de 2009

Relógios que batem e outros que não

Tenho o mesmo relógio de pulso desde os 13 anos.

Foi o meu primeiro e único relógio da Swatch.

Ficou sem pilha há 2 anos. Como sou preguiçoso, tive este tempo todo sem lhe meter uma pilha e, como sou fiel, sem relógio no pulso.

Ontem solucionou-se o problema.
Tenho inveja do relógio. Gostava que os meus dilemas se resolvessem com uma simples troca de pilha ou com uma visita ao relojoeiro.

Como vingança, ainda não lhe acertei a hora. Mas não perco pela demora: o filho da mãe em breve irá começar a deixar a sua marca pálida no meu pulso.

3 comentários:

luís disse...

a minha perguiça na troca de pilha valeu-me qque desde há 4 anos não use relógio. e estar longe desta prisão do tempo é algo confortante.

Raciocínico disse...

Também é verdade. Mas já me andava a fartar de pedir as horas a colegas e amigos =P

Dreamer disse...

Eu, procrastinadora assumida, ando a adiar a troca de pilha há uns anitos... --' Entretanto veio a facilidade de ver as horas no telemóvel, o que não ajudou a situação! x) Mas admito tenho saudades do meu swatchzinho e da marca que ele deixava no meu pulso..

beijinho*

Primeira vez que venho cá, mas acho que é para continuar! :) hehe

Sesguidores