quarta-feira, 7 de março de 2012

Pensamentos Divergentes (nº254)


A ti
camarada 
apenas te peço:
fala a tua maior verdade
 e se ela estiver na contradição
vive no arco entre os dois opostos
e batalha os seus impensados sinónimos
lançando flechas precisas mas desnecessárias
de penas compostas pelas tuas mais maciças alegrias
e de pontas prontas e acutiladas com belas e terríveis palavras

2 comentários:

benjamim machado disse...

vais passar para o campo da poesia experimental e concreta? boas experiências.

abraço

T disse...

Não é o meu estilo "natural" pois também não são essas as minhas primeiras influências, mas é algo que me agrada de vez em quando experimentar.

Sesguidores