sábado, 11 de fevereiro de 2012

Pensamentos Divergentes (nº241)


retorna o corpo em eixo sincopado,
noite taciturna é noite estrelada,
e sê eu em ti mais um bocado
que amor só é amor se o animal sorrir,
que dar-te o meu esperma é mais que dar-te do meu sangue:
é dar-te o meu sangue que há-de vir.

3 comentários:

je suis...noir disse...

gosto (principalmente do final)!

Anouk disse...

É bela, a tua potencialidade de ser homem. Sublimas bem.

T disse...

=)

Sesguidores