segunda-feira, 23 de janeiro de 2012

Coisas Que Um Gajo Coiso (nº 550)


"Se o amor é cego, aquilo que vemos no outro quando nos apaixonamos não é se não o nosso próprio negrume"

3 comentários:

Marianne disse...

Epaa.. O Fernando Pessoa escreveu um parágrafo fantástica sobre este assunto.. De momento não a tenho aqui comigo, se me lembrar no fim de semana vejo isso..Mas, em jeito de resumo, ele dizia que nunca amamos realmente ninguém, apenas a nós próprios.. Eu depois procuro e coloco aqui o parágrafo..(isto se até lá não me esquecer)
:)

T disse...

"Nunca amamos alguém. Amamos, tão-somente, a ideia que fazemos de alguém. É um conceito nosso - em suma, é a nós mesmos que amamos." - Livro do Desassossego?

Marianne disse...

É isso :)

Sesguidores