sexta-feira, 13 de maio de 2011

Foda-se! (nº59)


Giro giro nisto de entrar para o trabalho de mercado em altura de crise económica é descobrir que, para além da oferta ser relativamente pouca e não a ideal para os projectos de vida estabelecidos durante o percurso universitário, não estamos qualificados para fazer quase nenhum desses trabalhos que nem gostaríamos de fazer em primeiro lugar.

2 comentários:

J disse...

Já tinha pensado nisso... Assustador?

pedro b disse...

dá cá um abraço e junta-te ao clube!

Sesguidores