quarta-feira, 29 de setembro de 2010

Desgostos de amor


Isto deverá ser consequência da minha pseudo-febre, mas de repente lembrei-me que tinha um desgosto por a minha primeira namorada não partilhar a minha paixão por Pink Floyd, e apeteceu-me mesmo escrever isso aqui.

3 comentários:

marta filipa disse...

eu tive um namorado que me fez gostar de pink floyd :)

kate disse...

ela gostava, mas não era apaixonada como tu, ou simplesmente não gostava e pronto? (isso para mim faz uma diferença enorme lol)

Muito sinceramente, eu nem dou espaço pa discussão a alguem que me diz que nao gosta ou nao dá o devido valor a pink floyd. Não deixo de gostar dessa pessoa, mas te garanto que já não olho para ela da mesma forma...lol Fico um pouco como tu lol...com um desgosto... ;)

pink floyd é genial. é daquelas verdades incontestáveis...não vale a pena discutir isso...

E, marta filipa, não te conheço de lado nenhum, mas se fosse a ti agradecia a esse teu namorado. foi um favor que te fez, apresentar-te pink floyd ;)

Alienign disse...

Dizemos que a paixão/amor é espontânea, e que o que dela emerge é que vale. Tudo o que é só nosso, fica nas nossas gavetinhas, inclusivé, as cores dos nossos sonhos. Pode ser que sim, pode ser que não. Mas não partilhar uma paixão como Pink Floyd, é uma facada. "Não gostas? Porquê?!?!?!?! Dá-me um argumento para não embarcar nesta metamorfose psicadélica da realidade!!!"- True story.

Sesguidores