segunda-feira, 24 de maio de 2010

Nicotinografia

.
Os escritores gostam de fumar porque serve como forma de se matarem sem morrer realmente.

Os escritores gostam de fumar porque os cigarros são boémios românticos, mais heróis das suas histórias que o próprio protagonista.

Os escritores gostam de fumar porque fica sempre bem e é facil escrever sobre fumar.

Os escritores gostam de fumar porque dá-lhes algo que fazer enquanto fingem ter pensamentos profundos.

Os escritores gostam de fumar porque acham que um cigarro faz com que pareçam mais misteriosos.

Os escritores gostam de fumar porque é suposto os escritores gostarem de fumar.

5 comentários:

benjamim machado disse...

os escritores gostam de fumar porque ter um cancro é sempre melhor que nenhuma companhia.

Vanessa Quitério disse...

'Fumando um pensativo cigarro', já assim o escrevia Eça de Queirós nas suas mui utilizadas hipalages . . .
Tudo o que referes é bem característico de quem escreve, da necessidade de ter aquela extensão fumarola. Companhia, perdição, fumar e escrever são hábitos de acto uno como a produção que sai desse amor-ódio

Bolacha disse...

E pronto, assim descubro mais uma área onde estou condenada ao fracasso...

F. D. P. Carvalho disse...

estás a dizer que eu sou um pedaço de "cliché" a cheirar a tabaco? que atrevimento!

Anónimo disse...

Os escritores gostam de fumar pq o cigarro é algo de místico e encantador... além de combater as ganas da nicotina!
Nada como um café e um cigarro... k saudades!!!

Sesguidores