segunda-feira, 22 de março de 2010

Flashbacks de Conversas Passadas (nº20)

Lembro-me que durante a minha adolescência arruinei pelo menos dois namoros com esta conversa

ExEla(s) - Temos mesmo algo de especial, não achas?
Eu - Nunca o saberemos.
ExEla(s) - ... Não sabes?
Eu - Pois... nem tu.
ExEla(s) - O quê?
Eu - Porque não somos imparciais nisto... Vê bem, conhecemos tantos outros casais da nossa idade que acham que o que têm é alto romance e algo extremamente especial sem comparação no resto do mundo, mas eu e tu sabemos que não é bem assim. Eles também hão-de conhecer outras pessoas que pensam da mesma forma mas que eles acham estarem errados. É tudo uma questão de perspectiva.
ExEla(s) - Então não achas que o que temos é especial.
Eu - Não estou a dizer isso...
ExEla(s) - Estás a dizer o quê?
Eu - Estou a dizer que mesmo que ache, não quererá dizer que seja a verdade... É mais provável não ser algo de especial do que ser e o nosso ponto de vista será sempre tendencioso, por isso não interessa...
ExEla(s) - ...


Que puto tão estúpido, sinceramente.

4 comentários:

Pedro Belmonte disse...

Deixa não foste o único, aliás ainda hoje sofro do mesmo.
As mulheres não gostam que lhes dêem esperança mas no entanto temos de dizer que é para sempre e bla bla bla.

Sou apologista de um manual de instruções aquando da aquisição de uma namorada.

MartaP. disse...

Estupido nao. Penso que cada um tem o seu ponto de vista. E a que respeita-lo!
Tudo é para sempre...enquanto dura ;)

Ana disse...

que mente mais perturbada! :O
(sofro do mesmo mal!)

Raquel disse...

Sou completamente apologista da tua teoria, e sou gaja! O meu namorado é que tem a mania do para sempre...

Sesguidores