domingo, 21 de fevereiro de 2010

O movimento continua

Está na hora de responder à última do sacana

Acordou com a tensão que se acomulava no seu pénis. Há vários minutos que ela o tinha começado a acariciar, despertando-o num turbilhão de luxúria acabada de tropeçar na margem do sono.
Ele tomou o seu tempo para despertar. Não tinha pressa, a surpresa agradara-lhe. Mas tinha a boca seca.

Traçou no corpo dela a ponta da língua, circunscreveu-lhe os seios e viajou pelas suas coxas. Ela já o anseava, tornara-se óbvio com o fluir da sua carne por entre os seus dedos. E então ele retribuiu a gentileza lambendo-lhe o clítoris de forma rítmica, incessante, enquanto segurava os lábios dela com a ponta dos dedos.

Sentiu o familiar choque a percorrer no corpo que tinha por baixo dele. Significava que se tinha portado bem.

2 comentários:

a Ruca disse...

Vocês também se têm portado bem com este movimento.

lEvItAtE disse...

Concordo plenamente com a Ruca

Sesguidores