quinta-feira, 10 de dezembro de 2009

*GRlHGAHGJLGLGL!*

.
"As vezes ficamos segos de amor;
E perdua-mos e esquece-mos todo o que nos fazem,
Conversa-mos e esclarece-mos todos os problemas"


Este é o início de um poema que li num blog. Tenham um feliz aneurisma, que eu já tive o meu.

7 comentários:

homebythesea disse...

Pregaste-me cá um susto! Quando li a primeira linha até pensei "o tipo passou-se!", mas quando vi que não era da tua autoria (obviamente lol) fiquei mais descansada eheh

Ainda assim, ler isto fez-me ficar com palpitações...

(Se esta gente escreve assim, pergunto-me como falam...)

Metacrítico disse...

LOL

Que pérola foste tu descobrir! =P
Até me dói a alma ler isto...

Mas sem desprezar os outros erros aí, se há um erro que eu odeio de coração, e que vejo tanta gente fazer, é esse do hífen. Será assim tão difícil perceber a lógica da utilização do dito cujo? :S

Rosana disse...

:|

Lauh disse...

:| wtf??

Mr.Z disse...

Creio que tive 3 arritmias cardíacas e uma possível quebra de tensão ao ler isto.

Assim se escreve em mau português :S

Mariparva disse...

epa este ate me fez rir. Vou ter cuidadinho com os meus possiveis erros.

cmykismybestfriend disse...

estava poético..

Sesguidores