sexta-feira, 6 de novembro de 2009

Pensamentos Divergentes (nº112)

.
Bebe do meu ardor.
Digo-te que és bonita
[que tens bom cheiro]
mas o que quero mesmo
é conhecer-te as dobras do interior

E se a pele rasga [melhor que o vestido]
[e pior ainda] se o grito dói ao ouvido

não chores meu amor,
isso já passa

[eu penso no sabor,
tu pensa no depois]
e se o punhal arrasta
é para a paixão escorrer melhor


encharquemos os lençóis a dois.

2 comentários:

cmykismybestfriend disse...

adoro

Pedro Mendes disse...

Adoro os teus textos. Mesmo.
E às vezes, desejo escrever tão bem como tu...

Sesguidores