sexta-feira, 16 de outubro de 2009

Alguém me sabe dizer como me livrar deste peso de não ter ido ver o meu avô quando ele mo pediu?

.
Merda.

Prometo que amanhã já não falo tanto de morte e o caraças.

4 comentários:

marian disse...

é uma sensação horrível. acharmos que devíamos ter feito mais.

Ana disse...

Aceitas o passado, aceitas o que fizeste e que o fizeste por te parecer o melhor tendo em conta todo o contexto. Talvez agora, sabendo o que sabes neste momento, aches que devias ter feito diferente, mas isso não é muito justo para ti não é? Porque este é conhecimento que adquireste depois de tudo acontecer e no momento fizeste o melhor que podias.
A dor passa, não já, não quando quiseres, mas passa. Acho que teres tido duas mortes tão próximas uma da outra foi muito duro... Coragem!!

PaT disse...

Arrependemo-nos quase sempre do que não fazemos... Mas a verdade é que fica sempre qualquer coisa por fazer...

PaT disse...

Se o tivesses ido ver... ficaria algo por dizer!

Vamos lá levantar a cabeça...

Sesguidores