domingo, 24 de maio de 2009

O meu cérebro precisa de ser internado

.
Vamos ver.
Hoje sonhei que tinha ido para o Canadá para lhes mostrar que conseguia derrubar os seus edifícios em miniatura e que não valia a pena tentarem invadir-nos com eles.
Depois eles tentaram capturar-me e eu andei a fugir e a esconder-me naquilo que me parece ser a mansão da Família Adams.
Finalmente acabam por me deixar ir embora, mas num golpe à Koreia do Norte fazem do meu amigo Rambo refém e eu tenho de me disfarçar de indiano barbudo com turbante para o encontrar e libertar enquanto fujo de uns capangas.
O sonho terminou com os tais capangas a fazerem de mimos e a jogarem voleibol com uma bola imaginária, enquanto eu comprava a alguém fotos minhas a tentar não ser esmagado por um comboio.

10 comentários:

Leonor disse...

Sem dúvida que prefiro os meus sonhos pseudo-eroticos aos teus.

Raciocínico disse...

Olha, também sonhei que te encontrava a rabiscar numa mesa de um café (não tinhas folha de papel, estavas mesmo a escrever na mesa).

Leonor disse...

caaala-te. tas a gozar.

Raciocínico disse...

Por acaso não tou.

Leonor disse...

Não podes sonhar comigo, nunca me viste.

Raciocínico disse...

Estás a tentar racionalizar com o meu inconsciente?

Leonor disse...

Estava a tentar mesmo. Não vale a pena.

Ostronauta disse...

sonhar n significa propriamente ter-se cara. :P

Carolina disse...

eu sonhei que estava sentada nuns degraus e que um rapaz se sentou no degrau acima do que eu estava, mesmo atrás de mim, pôs as pernas à minha volta e abraçou-me. e, quando estava a acender um cigarro, ele disse-me: oh Márcia, pára lá com essa merda!

:\ what the hell is wrong with me?

cmykismybestfriend disse...

eu tenho a noção que se partilhasse os meus sonhos
a)seria internada
b)não teria mais a amizade da pessoa com quem o partilhasse
c)seria acusada de fetichismo voyerismo nacrofilia
d)e talvez fosse presa, porque sou sempre a má da fita

Sesguidores