domingo, 3 de maio de 2009

A alma dos dedos fica dormente

.
Há algumas coisas básicas que eu às vezes não consigo fazer.
Como mandar uma simples mensagem do telemóvel.

Aquelas teclas parecem estar a centenas de quilómetros uma das outras e a milhares de quilómetros de mim.

4 comentários:

Anónimo disse...

És o tipico PIMBALHÃO, É PENA SERES ALENTEJANO E O QUE TENS ESCRITO NO TEU DITO BLOG SEI QUE É TUDO COPIADO PORQUE A TUA TESTA SÓ SERVE PARA TER UM GRANDE PAR DE CORNOS.

Leonor disse...

^
|

Cheira-me a Caravaggio

PaT disse...

Dormentes, preguiçosos ou temerosos?

Raciocínico disse...

Leonor: A mim também... só gostava era de perceber a cena do "pimbalhão", mas acho que não vale a pena.

Pat: Não podem ser todos e deixamo-nos ficar por aí? :P

Sesguidores