segunda-feira, 24 de fevereiro de 2014

sábado, 22 de fevereiro de 2014

Pensamentos Divergentes (nº 337)


Vi-o a atravessar a estrada
e mesmo do outro lado, com ele me cruzei.
Esse eu de mim que não me traz nada.

PAZ!
não é sinónimo de descanso,
mas sim o barulho da minha alma quando embate:
o tom natural que é o meu estado de ataque.

Porque a ausência de conflito
é o que a mim me deixa aflito.
Preciso sempre de ser o ponto inerte
de tudo o que se destrói à minha volta.

terça-feira, 18 de fevereiro de 2014

Sem factura


Cai-lhe a água na cara. Amontoa ideias como quem constrói Legos. À espera de um barco pirata o leve para um império além-mar.

Queria que a parte mais interessante do meu dia fosse mais do que a fila da caixa do supermercado. Mas a poeira das cordas da guitarra ainda não me faz asma.
Vou dormir mais um bocado.

sexta-feira, 14 de fevereiro de 2014

É a pronúncia do norte


Querida Lisboa,
Tenho de te confessar que, neste Dia dos Namorados, fui namorar o Porto.
Foram só 4 horas, nada de sério. E já voltei para ti.

Mas devo ser justo e dizer-te que não sei se ainda gosto de ti da mesma maneira.

segunda-feira, 10 de fevereiro de 2014

Pensamentos Divergentes (nº336)


Não sei como tem sido a tua vida.
Que coisas nos aproximam ou afastam.
Nem sei se te posso chamar de irmã ou irmão
sem que me julgues invasivo ou mesmo Bob Marleano.
No fundo, não sei de ti se não
o que poderei saber de qualquer ser humano.

Só sei que de ti, espero o melhor do mundo.
E que de mim, espero apenas acreditar
no que de ti quero esperar.

domingo, 9 de fevereiro de 2014

On the rocks


Whisky novo, uma pedra de gelo. Quase vinte-e-oito anos à espera. Dá-lhe o primeiro trago.
Chamamos-lhe "trago", porque esperamos que ele nos traga algo.
Quase vinte-e-oito anos.
Segundo trago.

domingo, 2 de fevereiro de 2014

The Quint of my can


Despejar o meu coração é tudo o que quero fazer. E todos os dias queria-te pedir desculpa por só o conseguir fazer desta forma fria, com a formalidade de quem preenche um inquérito enquanto espera que alguém chame a sua senha.

É que isto de sentir, para mim, é como qualquer outra dieta ou regime. É tudo uma questão de rigor.

Sesguidores